Site Loader

Nessa primeira matéria, que faz parte de uma série de publicações em homenagem ao halloween, falaremos sobre os vilões mais aterrorizantes do cinema, aqueles que tiraram o sono de muita gente, marcaram gerações e difundiram o subgênero slasher. Sendo assim, tiveram grande importância para o cinema, para o terror que hoje conhecemos e principalmente para os fãs do gênero.

Para quem não está familiarizado com o termo, slasher é um subgênero do terror em que há um serial killer mascarado que coleciona mortes utilizando armas brancas, geralmente são filmes de baixo orçamento.

E o que tem mais cara de halloween do que relembrar personagens que são tão marcantes que até hoje servem de fantasias para celebrar a data. Preparados para serem aterrorizados?

JASON VOORHEES

(Sexta-feira 13 – 1980)

Um dos mais conhecidos, sem sombras de dúvida, Jason foi criado por Victor Miller, tendo nascido em 13 de Junho de 1946, em uma sexta-feira 13 e encarna todo o mal que poderíamos esperar da data. O vilão morreu pela primeira vez afogado numa colônia em Crystal Lake por negligência dos instrutores a partir de então nasceu a lenda de Jason.

Jason utiliza uma máscara de hóquei, no começo utilizava apenas um facão para assassinar brutalmente suas vítimas, mas depois passou a usar qualquer coisa que servisse como arma. Suas vítimas são jovens de Crystal Lake, em que ele faz as mais diversas atrocidades, como perfurar crânios. O vilão é tão imbatível que já morreu das mais diversas vezes: atropelado, eletrocutado, incendiado. Mas, sempre ressuscita e toda vez volta sempre mais forte do que a anterior.

O serial killer ficou tão famoso que rendeu uma franquia de filmes, inclusive em um deles luta com outro tão famoso vilão: Freddy Krueger. Jason é sangue no olho, cuidado!

FREDDY KRUEGER

(A hora do pesadelo – 1984)

Criado por Wes Craven, Freddy nasceu na cidade fictícia de Springwood sendo fruto de um estupro coletivo. O vilão é um assassino impiedoso de crianças e adolescentes que foi queimado vivo pelos moradores da cidade, em forma de vingança. Quando estava prestes a morrer invocou os demônios dos sonhos e pediu imortalidade em troca de assassinar as pessoas nos seus sonhos, ou melhor, nos pesadelos.

Freddy é tão assustador, pois ele realmente gosta de matar, ele é cheio de piadinhas e trocadilhos o que revela sua diversão em causar as mortes. Ele literalmente brinca com as vítimas. O seu rosto desfigurado pelo fogo e as luvas com dedos de lâminas são de causar pesadelos.

Sabe o que é ainda mais assustador? A criação do vilão é baseado em acontecimentos reais, Wes Craven teve a inspiração proveniente de um artigo do LA Times em que relatava uma família  que tinha escapado do genocídio em Comboja em 1975 e o filho do casal não queria dormir alegando que aquilo que o perseguia iria lhe pegar. O rapaz passou dias acordado, até que em exaustão adormeceu, os pais acordaram no meio da noite com os gritos e quando foram checar o menino já estava morto. Os médicos não sabiam explicar o que aconteceu, mas a doença ficou conhecida como Síndrome da morte noturna inexplicável repentina. Totalmente bizarro, né?

MICHAEL MYERS

(Halloween – 1978)

Com seu macacão de mecânico e sua assustadora mascara branca, Michael Myers é a pura encarnação do mal. Em uma noite de Halloween assassinou a facadas a sua própria irmã, o garoto tinha apenas 6 anos. No entanto, já demonstrava sinais de psicopatia ao ser violento com animais. Depois do ocorrido é internado no sanatório por 15 anos até que escapa em uma noite de halloween (de novo) e sai assassinando quem encontra pelo caminho de forma violenta, rápida e silenciosa.

O vilão foi criado John Carpenter e foi inspirado em uma criança que o diretor conheceu quando foi visitar uma instituição psiquiátrica enquanto estava na faculdade. Segundo John, a criança tinha olhos sem expressão como a personificação do mal e Michael encarnava exatamente isso, sendo um mal que não se pode matar.

Myers utilizou ao longo dos filmes diversas coisas como arma: faca, bisturi, seringa, barra de metal, cordão telefônico e suas próprias mãos. Provando que não tem empecilhos para ele matar.

Quer mais símbolo do halloween do que um serial killer que mata na data?

GHOSTFACE

(Pânico – 1996)

Na verdade, Ghostface não é só um vilão, são vários, uma vez que é uma identidade fictícia adotada por vários personagens ao longo da série de filmes. Criado por Wes Craven, que também criou Freddy Krueger, ghostface utiliza uma roupa preta como a da morte e máscara baseada na obra “O Grito” de Edvard Munch. Essa fantasia do assassino é conhecido como Father Death e é uma das mais vendidas no halloween do filme. O que é um fato interessante, já que se tornou uma das fantasias mais utilizadas no halloween de verdade.

Sete pessoas já assumiram a identidade de Ghostface, pois é um símbolo, uma ideia que inspira outros psicopatas a seguir matando.

O vilão foi inspirado no estripador de Gainesville, um serial killer chamado Danny Rolling que estuprou e assassinou brutalmente cinco estudantes em quatro dias na Florida. No mínimo, bem perturbador, não é mesmo?

E por último, mas não menos importante…

LEATHERFACE

(O massacre da serra elétrica – 1974)

Um dos mais assustadores, na minha humilde opinião, o psicopata utiliza máscaras feitas da pele humana de suas vítimas e não contente com isso, Letherface ainda comete canibalismo juntamente com seus familiares.

Criado por Tobe Hooper e Kim Henkel, o monstruoso serial killer usa como arma uma motosserra e às vezes uma marreta. O que torna tudo ainda mais assustador é o fato de que ele mora numa pequena cidade do Texas onde ajudava a família num abatedouro.

Acredito que o que o torna extremamente perturbador e apavorante é que o vilão não tem nada místico, ele é simplesmente humano. Assim como o serial killer que o inspirou: Ed Gein, que ficou conhecido por matar seu irmão e por criar roupas e acessórios dos corpos das vítimas. Se isso não te apavora, eu não sei o que mais vai!

Então, esses foram os vilões mais perturbadores do cinema slasher. É inegável a importância deles na cultura pop, principalmente por nos mostrar que o que nos assusta de verdade é a humanidade.

Tagarelem conosco: qual serial killer do cinema te faz arrepiar de medo? Gostam de Slasher? Como deu para perceber tenho pavor do Leatherface e o Freddy Grueger já me deixou várias noites sem dormir.

Até a próxima tagarelice e lembrem-se pode ter um psicopata bem próximo de você!

Lembrando que esse texto faz parte de uma série de publicações em homenagem ao Halloween.

Diovana Vargas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *