Site Loader

Então, a série Cobra Kai acabou de chegar na Netflix com a temporada original do YouTube e a também com sua segunda temporada realizada pelo streaming. Não havia assistido até agora pelo difícil acesso ao YouTube Premium. (Valor e na maioria das vezes o conteúdo não compensa o investimento), mas como todo mundo tem acesso a uma conta Netflix (obrigado sogra), fui assistir para ver o que achava.

E cara fiquei impressionado, a primeira temporada é incrível. E por enquanto vamos falar apenas da primeira. Os dois rivais principais do filme dos anos 80 estão lá Daniel Larusso e Jonnhy Lawrence ainda são rivais e tudo gira em torno da redenção do Cobra Kai, que para quem não sabe era nome do dojo do sensei dele no material original, e que agora ele retorna com o intuito de não ensinar as coisas ruins e violentas que seu sensei passava aos alunos, finalmente depois de ter fracassado na vida Jonnhy Lawrence procura sua redenção e embarca na construção de um novo Cobra Kai. E a série gira em torno dessa promessa, de que o passado se foi e agora será diferente. Mas, como disse antes, a rivalidade de Larusso e Lawrence ainda ferve e vai complicar um pouco as coisas para ambos. 

A série trata o material original com respeito e estilo, recriando e renovando várias situações do passado com referências do presente, tornando a série acessível para fãs do filme que irão amar essas referências, e para os novos na história que não ficarão perdidos e poderão curtir uma boa série de caratê. 

Os personagens estão muito bem construídos e trabalhados, suas motivações são bem fundadas e em diversos momentos é difícil definir quem é o bom e quem é o mal. Dentro de tudo isso temos os filhos dos protagonistas que se envolvem nos seus próprios dramas criando diversas histórias a serem seguidas.

O formato dos episódios de 30 minutos deixou a série melhor ainda. O compasso do roteiro em nenhum episódio se perde e você termina toda temporada em uma única sentada. Acabei vendo toda primeira temporada em uma tarde e sai satisfeito e realizado. Sempre gostei dos filmes de aventura/comédia dos anos 80 mesmo com suas piadas ultrapassadas e até fora do nosso atual contexto social, mas Cobra Kai traz de volta tudo isso e ressalva os erros do passado, mostrando exatamente o que são: erros. E. cria um novo e mais admirável estilo de “filme dos anos 80”. 

Tagarelem conosco: vocês são fãs de Karate Kid? Ficarão interessados na série?

Lembrem-se de que todo mundo merece uma segunda chance e até a próxima tagarelice!

Hyziel Rodrigues

One Reply to “Cobra Kai | A redenção da cobra”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *