Pinguim Tagarela | Cultura pop e nerd a uma tagarelice de distância! O Escândalo | Acontecimento real é abordado pelo longa; Confira o trailer - Pinguim Tagarela
Tecnologia do Blogger.

O Escândalo | Acontecimento real é abordado pelo longa; Confira o trailer

Por - 30 outubro


Baseado em uma história real, O Escândalo traz um elenco de peso mesmo, contanto com Charlize Theron, Nicole Kidman e Margot Robbin. Só com esses nomes já chama uma atenção para o longa, quando damos de cara com a premissa a coisa fica ainda mais interessante. A história vai contar o escândalo norte-americano, ocorrido em 2016, quando denúncias foram feitas a Roger Ailes, o então executivo-chefe e presidente da Fox News.

A ex- âncora Gretchen Carlson interpretada por Nicole Kidman trouxe a tona os assédios sexuais realizados pelo presidente do canal, segundo Gretchen Roger havia a demitido por resistir durante anos os assédios realizados pelo presidente. Ailes a tirou do programa matutino Fox & Friends em 2013 e cortou seu salário simplesmente porque ela se recusava a ter relações sexuais com ele. O longa busca trazer essa questão, o quanto o meio de trabalho é machista para inúmeras mulheres, o quanto há assédio e misoginia no grande império da mídia, ainda mais dentro de um dos canais mais conservador da mídia estadunidense. Isso mostra também o grande abuso de poder, haja visto que Ailes era chefe de Carlson.


Roger renunciou do cargo, pedindo demissão, em Julho de 2016, após o escândalo de seus assédios. Em comunicado emitido na época, a Fox afirmou ter “Total confiança” em Ailes e havia dito ter iniciado uma investigação interna sobre o caso, espero que essa questão não seja deixada de lado e que haja uma dura crítica ao quanto a emissora se isentou e ficou ao lado do figurão. O que já era de se esperar levando em conta que a Fox News é grande aliada dos conservadores. Após deixar o cargo na Fox, Ailes ainda se tornou conselheiro de campanha de Donald Trump, antes de morrer aos 77 anos.

Logo no início do trailer nos deparamos com Charlize Theron, interpretando a ex-âncora do canal, Megyn Kelly que diz: “para manter uma emissora 24 horas no ar, é preciso ter algo que mantenha o interesse do público. Há uma razão para as mesas serem vazadas.” Durante sua fala é interrompida por John Lightgow (Roger Ailes) que sugere a uma funcionária que ela use vestido mais curtos, são essas pequenas violências diárias, mas de enorme impacto. 
O mal-estar e a sucessão de situações que configuram a violência e o assédio contra as mulheres da emissora são enfatizadas a cada instante no primeiro trailer do longa.


Confira:


O longa estreia em Janeiro de 2020 . 

Tagarelem conosco: vocês tem interesse em assistir ao longa? A premissa chama a atenção de vocês?
Até a próxima tagarelice e lembrem-se de que não é qualquer escândalo!

Veja Também

0 Tagarelices

comentário(s) pelo facebook: