Site Loader
A televisão nesse filme é tratada bem como as pessoas a enxergam, como a criadora do padrão de vida civilizada e ideal. O Show de Truman, que todos os personagem do filme, os envolvidos na produção e os espectadores e até mesmo os contrários a ideia do produtor/criador de manter uma pessoa refém de uma manipulação constante de sua vida básica, não é uma história de libertação, com uma jornada de herói libertador das correntes da vida criada para ele, ela é mais triste que isso. 

Truman Burbank sairá de sua redoma para encontrar o mesmo mundo manipulado pela TV capitalista e que agora não se preocupa com seu bem estar, mas sim apenas com os produtos que tem pra vender, assim como dentro de Seahaven, os produtos que circulam são propagandas e as câmeras são enquadradas para vender o tempo de propagando para uma construtora de imóveis e marcas de cerveja e achocolatado. A mídia manipula todos os aspectos da vida de Truman para seu aparente bem estar, ou pelos menos o que o criador do modo de vida acreditam ser o melhor pra ele. 
A mídia cria traumas e inseguranças, ela quer ser a mão que sustenta mas a mão que tira, uma luta quase que esquizofrênica com ela mesma para se manter com o poder sobre aquele que é o alvo dela. Truman não conhece uma realidade por que a mídia criou uma pra ele, mas será que nós conhecemos? Quem nos disse que a mídia não manipula nossos gostos e modos de vida de uma forma ou de outra? A gente sabe que sim, e sabemos que ela também não se importa se esses padrões e modos de vida são realmente “bons” pra nós, então por que ficamos felizes por Truman conseguir sair de Seahaven, quando a “realidade” que o espera é ainda pior?

Tagarelem com a gente, vocês gostam desse filme? Que mensagem vocês conseguiram absorver dele? Gostaram dessa análise?

Acompanhe a Pinguim Tagarela nas Redes Sociais:
Até a próxima tagarelice e lembrem-se de se questionar sobre a realidade!

Diovana Vargas

3 Replies to “O efeito Show de Truman”

  1. Todo ser humano, rebelde por natureza, só de poder crer na ilusão da liberdade, onde é você quem toma o rumo das coisas e faz a vida acontecer através das suas escolhas é, mesmo da pior forma possível, no caso do Truman, sair para a realidade devastadora e impiedosa, um alívio sem precedentes.

  2. Menina, eu acho o filme sensacional pela crítica, mas nunca tinha pensado nessa coisa de ele sair e estar em algo quase igual. Adorei o texto! Muito bem escrito e pensado…
    beijos!

  3. Nunca tinha ouvido falar do filme, mas achei a premissa fantástica, pois eu adoro ver filmes ou séries que, de certa forma, fazem críticas ao nosso mundo! Sempre tento absorver o máximo de tudo que eu assisto, mesmo não assistindo muita coisa hehe. Adorei a crítica! <3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *